Difference between revisions of "Pt-br/Genkernel Quick Start Tutorial"

(Recompiling the Gentoo kernel sources from a SystemRescue CD chroot)
(Terceiro passo: Construindo e instalando o kernel)
 
(5 intermediate revisions by the same user not shown)
Line 9: Line 9:
 
{{Fancynote| Se quiser utilizar o System rescue CD sources fornecido pelo Funtoo {{Package|sys-kernel/sysrescue-std-sources}}, a filosofia permanece exatamente a mesma.}}
 
{{Fancynote| Se quiser utilizar o System rescue CD sources fornecido pelo Funtoo {{Package|sys-kernel/sysrescue-std-sources}}, a filosofia permanece exatamente a mesma.}}
  
== First step emerging the required packages ==
+
== Primeiro passo, emergir os pacotes necessários ==
  
The first step is to emerge:
+
O primeiro passo é emergir:
  
# The Gentoo kernel sources: {{Package|sys-kernel/gentoo-sources}}
+
# Os fontes do kernel do Gentoo: {{Package|sys-kernel/gentoo-sources}}
# Genkernel itself: {{Package|sys-kernel/genkernel}}
+
# Genkernel em si: {{Package|sys-kernel/genkernel}}
  
This is achieved by running the following:
+
Isso é conseguido ao executar o seguinte:
 
<console>
 
<console>
 
###i## emerge sys-kernel/gentoo-sources sys-kernel/genkernel
 
###i## emerge sys-kernel/gentoo-sources sys-kernel/genkernel
 
</console>
 
</console>
  
Once the Gentoo kernel sources are deployed, you should find a directory named '''linux-''version''-gentoo''' (e.g. linux-2.6.39-gentoo) under ''<code>/usr/src</code>''. Update the ''<code>linux</code>'' symlink to point to this directory:
+
Uma vez que ps fontes do kernel do Gentoo são implantados, Você deve encontrar um diretório nomeado '''linux-''version''-gentoo''' (ex. linux-2.6.39-gentoo) sob ''<code>/usr/src</code>''. Atualize o link simbólico ''<code>linux</code>'' para apontar para esse diretório:
 
<console>
 
<console>
 
###i## cd /usr/src
 
###i## cd /usr/src
Line 27: Line 27:
 
###i## ln -s linux-2.6.39-gentoo linux
 
###i## ln -s linux-2.6.39-gentoo linux
 
</console>
 
</console>
== Second step: Grabbing and tweaking a configuration file ==
 
  
How to start your kernel configuration? Simply by using the same configuration template the running System Rescue CD kernel had been built with! Before chrooting in your Funtoo instance, you did something like:
+
== Segundo passo: Obter e alterar um arquivo de configuração ==
 +
 
 +
Como iniciar sua configuração de kernel? Simplesmente ao utilizar o mesmo template de configuração com que o kernel o System Rescue CD tinha sido construído! Antes de executar sua instancia do chroot em seu Funtoo, você fez algo como:
  
 
<console>
 
<console>
 
###i## mount -o bind /proc /mnt/gentoo/proc
 
###i## mount -o bind /proc /mnt/gentoo/proc
 
</console>
 
</console>
Or:
+
Ou:
 
<console>
 
<console>
 
###i## mount -t proc none /mnt/gentoo/proc
 
###i## mount -t proc none /mnt/gentoo/proc
 
</console>
 
</console>
  
In your chroot environment (or from a System Rescue CD virtual terminal) if you look what ''<code>/proc</code>'' contains you will notice a file named ''<code>config.gz</code>'':
+
Em seu ambiente chroot (ou a partir de um terminal virtual do System Rescue CD) se você ver o que o ''<code>/proc</code>'' contem você notará  um arquivo com nome ''<code>config.gz</code>'':
  
 
<console>
 
<console>
Line 55: Line 56:
 
</console>
 
</console>
  
''<code>config.gz</code>'' holds the running kernel (System Rescue CD) configuration, just copy the unziped content into the Gentoo sources directory:
+
''<code>config.gz</code>'' contem a configuração do kernel em execução (do System Rescue CD), somente copie o conteúdo descompactado (unziped) para dentro do diretório do Gentoo sources:
 
<console>
 
<console>
 
###i## cd /usr/src/linux
 
###i## cd /usr/src/linux
Line 61: Line 62:
 
</console>
 
</console>
  
Next, run ''<code>make oldconfig</code>'' to set all newly added options:
+
Depois, execute ''<code>make oldconfig</code>'' para definir todos as opções recentemente adicionadas:
 
<console>
 
<console>
 
###i## make oldconfig
 
###i## make oldconfig
 
</console>
 
</console>
  
Next, tweak the kernel configuration in the way you prefer (manually edition of the .config file, make nconfig, make menuconfig....) if you wish. You are not ready yet! A final step is required: '''you ''must'' either set CONFIG_INITRAMFS_SOURCE to a blank value (CONFIG_INITRAMFS_SOURCE="") either delete the statement in the .config file'''. Forgotting to do that will make Genkernel abort the compilation process with a message like:
+
Depois, configure a configuração do kernel do jeito que preferir (edição manualmente do arquivo .config, make nconfig, make menuconfig....) se você desejar. Você não está preparado ainda! Um passo final é necessário: '''Você ''deve'' tanto  definir CONFIG_INITRAMFS_SOURCE a um valor em branco (CONFIG_INITRAMFS_SOURCE="") como excluir  a confirmação no arquivo .config '''. Esquecendo de fazer isso fará o Genkernel abortar o processo de compilação com uma mensagem como:
 
<console>
 
<console>
 
/usr/src/linux-2.6.39-gentoo/scripts/gen_initramfs_list.sh: Cannot open '/var/tmp/genkernel/initramfs-2.6.32.14-std155-i386.cpio.gz'
 
/usr/src/linux-2.6.39-gentoo/scripts/gen_initramfs_list.sh: Cannot open '/var/tmp/genkernel/initramfs-2.6.32.14-std155-i386.cpio.gz'
 
make[1]: *** [usr/initramfs_data.cpio.lzma] Error 1
 
make[1]: *** [usr/initramfs_data.cpio.lzma] Error 1
 
</console>
 
</console>
== Third step: Building and installing the kernel ==
 
  
This is simply achieved by:
+
== Terceiro passo: Construindo e instalando o kernel ==
 +
 
 +
Isso é simplesmente obtido pelo:
 
<console>
 
<console>
 
###i## genkernel --no-mrproper all
 
###i## genkernel --no-mrproper all
 
</console>
 
</console>
  
The same remarks written in the [[Genkernel_Quick_Start_Tutorial#Third_step:_Building_and_installing_the_kernel|third paragraph]] of the first use case are still valid here.
+
O mesmo menciona escrito no [[http://www.funtoo.org/Pt-br/Genkernel_Quick_Start_Tutorial#Terceiro_passo:_Construindo_e_instalando_o_kernel|parágrafo terceiro ]] do primeiro caso de uso ainda são válidos aqui.
  
 
[[Category:Kernel]]
 
[[Category:Kernel]]

Latest revision as of 01:00, April 6, 2015

Conceitos

TBC

Recompilando os códigos fonte do kernel Gentoo a partir do SystemRescue CD chroot

Um segundo caso que muitos usuários de Funtoo users encararão é recompilar seu próprio kernel quando instalar um um Funtoo novinho a partir de um stage 3 archive (o cenário mais comum é inicializar a maquina com o SystemRescue CD).

Note
Se quiser utilizar o System rescue CD sources fornecido pelo Funtoo sys-kernel/sysrescue-std-sources (package not on wiki - please add), a filosofia permanece exatamente a mesma.

Primeiro passo, emergir os pacotes necessários

O primeiro passo é emergir:

  1. Os fontes do kernel do Gentoo: sys-kernel/gentoo-sources (package not on wiki - please add)
  2. Genkernel em si: sys-kernel/genkernel (package not on wiki - please add)

Isso é conseguido ao executar o seguinte:

# emerge sys-kernel/gentoo-sources sys-kernel/genkernel

Uma vez que ps fontes do kernel do Gentoo são implantados, Você deve encontrar um diretório nomeado linux-version-gentoo (ex. linux-2.6.39-gentoo) sob /usr/src. Atualize o link simbólico linux para apontar para esse diretório:

# cd /usr/src
# rm linux
# ln -s linux-2.6.39-gentoo linux

Segundo passo: Obter e alterar um arquivo de configuração

Como iniciar sua configuração de kernel? Simplesmente ao utilizar o mesmo template de configuração com que o kernel o System Rescue CD tinha sido construído! Antes de executar sua instancia do chroot em seu Funtoo, você fez algo como:

# mount -o bind /proc /mnt/gentoo/proc

Ou:

# mount -t proc none /mnt/gentoo/proc

Em seu ambiente chroot (ou a partir de um terminal virtual do System Rescue CD) se você ver o que o /proc contem você notará um arquivo com nome config.gz:

# ls /proc

...
dr-xr-xr-x  7 root       root                     0 May 23 03:13 952
dr-xr-xr-x  7 root       root                     0 May 23 03:13 953
dr-xr-xr-x  7 root       root                     0 May 23 18:42 9834
...
-r--r--r--  1 root       root                 16024 May 23 22:27 config.gz
-r--r--r--  1 root       root                     0 May 23 22:27 consoles
-r--r--r--  1 root       root                     0 May 23 22:27 cpuinfo
...

config.gz contem a configuração do kernel em execução (do System Rescue CD), somente copie o conteúdo descompactado (unziped) para dentro do diretório do Gentoo sources:

# cd /usr/src/linux
# zcat /proc/config.gz > .config

Depois, execute make oldconfig para definir todos as opções recentemente adicionadas:

# make oldconfig

Depois, configure a configuração do kernel do jeito que preferir (edição manualmente do arquivo .config, make nconfig, make menuconfig....) se você desejar. Você não está preparado ainda! Um passo final é necessário: Você deve tanto definir CONFIG_INITRAMFS_SOURCE a um valor em branco (CONFIG_INITRAMFS_SOURCE="") como excluir a confirmação no arquivo .config . Esquecendo de fazer isso fará o Genkernel abortar o processo de compilação com uma mensagem como:

/usr/src/linux-2.6.39-gentoo/scripts/gen_initramfs_list.sh: Cannot open '/var/tmp/genkernel/initramfs-2.6.32.14-std155-i386.cpio.gz'
make[1]: *** [usr/initramfs_data.cpio.lzma] Error 1

Terceiro passo: Construindo e instalando o kernel

Isso é simplesmente obtido pelo:

# genkernel --no-mrproper all

O mesmo menciona escrito no [terceiro ] do primeiro caso de uso ainda são válidos aqui.