Perfis do Funtoo

This page is a translated version of the page Funtoo Profiles and the translation is 100% complete.

Other languages:
English • ‎español • ‎日本語 • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎slovenčina

Esta página cobre o sistema de "profile" do Funtoo Linux -- como ele funciona, quais profiles estão disponíveis, e como usá-los epro para definir e mudar as configurações do profile.

Tipos de Profiles

Historicamente, usuários precisavam adicionar muitas configurações ao /etc/make.conf para personalizar seus sistemas Gentoo ou Funtoo Linux, o que tornava a configuração do sistema operacional mais difícil do que deveria. No Gentoo Linux, é possível definir apenas um "perfil de sistema". Pense no sistema de profile como configurações padronizadas usadas pelo Portage para construir tudo no seu sistema. Ao invés de um único profile, Funtoo Linux utiliza vários sub-profiles, e envia vários tipos de configuração, normalmente armazenadas em /etc/make.conf para o sistema de profiles. Os seguintes tipos de profiles estão disponíveis para Funtoo Linux:

Tipo de Sub-Profile Descrição
archTipicamente x86-32bit ou x86-64bit, isso define o suporte ao tipo de processador do sistema. É definido quando o stage é construído e não pode ser mudado.
buildDefine se seu sistema é current, stable ou experimental. Sistema current tem mais pacotes novos desmascarados que sistemas stable. É definido quando o stage é construído e normalmente não é alterado.
subarchDefine a otimização para CPU do sistema. É definido na construção do stage3, mas pode ser alterado depois, se necessário. Esteja certo da compatibilidade com seu CPU.
flavorDefine o tipo geral do sistema que pode ser server ou desktop, e irá definir USE flags apropriadas para cada situação.
mix-insDefine várias configurações opcionais que podem ser de seu interesse.
Note

Flavors podem (e irão) influenciar nas configurações de outros flavors e mix-ins. Mix-ins podem alterar configurações de outros mix-ins. Por exemplo, X é exigido pelo gnome. A ferramenta epro irá mostrar ambas ativadas, assim não haverá surpresas.

Usando epro

epro show mostrará as configurações do profile atual do seu sistema.

#  epro show

=== Enabled Profiles: ===

        arch:  x86-64bit
       build:  current
     subarch:  intel64-haswell
      flavor:  desktop
     mix-ins:  gnome


=== All inherited flavors from desktop flavor: ===

                     workstation (from desktop flavor)
                            core (from workstation flavor)
                         minimal (from core flavor)

=== All inherited mix-ins from desktop flavor: ===

                               X (from workstation flavor)
                           audio (from workstation flavor)
                             dvd (from workstation flavor)
                           media (from workstation flavor)
      mediadevice-audio-consumer (from media mix-in)
                mediadevice-base (from mediadevice-audio-consumer mix-in)
      mediadevice-video-consumer (from media mix-in)
                mediadevice-base (from mediadevice-video-consumer mix-in)
        mediaformat-audio-common (from media mix-in)
          mediaformat-gfx-common (from media mix-in)
        mediaformat-video-common (from media mix-in)
                  console-extras (from workstation flavor)
                           print (from desktop flavor)

Para ver todas os sub-profiles disponíveis, use epro list:

#  epro list

Profiles habilitados aparecerão na cor ciano. Profiles habilitados diretamente ficam em negrito e possuem um asterisco * junto. Sub-profiles habilitados indiretamente aparecem destacados.

Exemplos de uso

Adicionar o mix-ins gnome e kde
#  epro mix-ins +gnome +kde
Remover mix-in, por exemplo gnome
#  epro mix-ins -gnome
Alterar o arch profile para x86-64bit
#  epro arch x86-64bit
Alterar subarch para generic_64
#  epro subarch generic_64
Mudar o flavor do sistema
#  epro flavor desktop
Obter saídas JSON das configurações do profile
#  epro show-json
Obter sub-profile atual em formato texto
#  epro get [tipodoprofile]

Flavors

Um sistema pode ter apenas um flavor habilitado por vez. Os seguintes flavors estão disponpiveis:

FlavorDescription
minimalComtém as mínimas configurações para todos os flavors do Funtoo Linux.
coreO core flavor inclui o minimal flavor, além de outras configurações comumente usadas em official stage3 downloads.
serverNo futuro, server flavor incluirá o core flavor e configurações específicas para servidores. Atualmente é igual ao core flavor.
workstationThe workstation flavor é um sistema desktop mínimo. Ele inclui o core flavor, mais os seguintes mix-ins: X, audio, dvd, media and console-extras.
desktopO desktop flavor inclui configurações comuns para um desktop completo. Ele inclui o workstation flavor mais suporte a printing. Espera-se que o usuário personalizará seu desktop com algum ambiente como KDE, GNOME ou Xfce, através de mix-in.

Mix-ins

Um sistema pode ter vários mix-ins habilitados ao mesmo tempo. Os seguinte mix-ins estão disponíveis:

Mix-inDescription
audioHabilita configurações de núcleo relacionadas a áudio, no momento relativas ao ALSA.
console-extrasHabilita coisas legais para se ter em sistemas em modo console. No momento habilitando gpm em USE.
dvdConfigurações USE relacionadas a drives ópticos -- CDR/DVD-ROM/RW.
gnomeConfigurações de USE e package.use necessárias para merge em GNOME. Projetada para uso com flavor desktop ou workstation.
hardenedAtiva o suporte a hardened.
kdeConfigurações de USE e package.use necessárias para merge em KDE. Projetada para uso com flavor desktop or workstation.
mediaConfigurações de USE relacionadas a codificação de áudio/vídeo. Pode ser para desktops ou servidores.
printHabilita suporte a impressão.
vmware-guestConfigurações relacionadas ao uso do Funtoo Linux dentro de uma máquina virtual VMWare.
XConfigurações relacionadas ao X Window System suporte de hardware.
xfceConfigurações USE necessárias para merge em XFCE.

Dispositivos Media Mix-Ins

Mix-ins para dispositivos de mídia foram criados para suporte destes dispositivos, incluindo dispositivos externos e portáteis, e suporte de hardware de baixo nível associado e codecs focados em hardware. Dispositivos de mídia foram categorizados como audio e video, e nas categorias consumer (consumidor) e professional (profissional). Dispositivos "consumer" são aqueles que usuários comuns de desktop comumente usam, enquanto dispositivos "professional" são aqueles que profissionais, hobistas or entusiastas usariam normalmente. Aqui estão os novos mix-ins para dispositivos de mídia:

Mix-in de mídiaDescription
mediadevice-baseDispositivos comuns, universalmente suportados, tais como IEEE-1394 (Firewire), CDDA, CDIO. Outros mix-ins mediadevice herdam deste.
mediadevice-audio-consumerDispositivos de consumidor, como players portáteis (MP3 player, iPod, etc.)
mediadevice-audio-proSuporte a audio profissional, tal como JACK.
mediadevice-video-consumerSuporte a vídeo para consumidor, tais como DVD, Blu Ray, V4L
mediadevice-video-proSuporte a vídeo profissional, como dv, dc1394.

Formato Media Mix-ins

Mix-ins de formato de mídia foram criados para suportar formatos de mídia para leitura, escrita, codificação e decodificação de imagens, áudio and vídeo. Eles foram organizados dentro de uma coleção "comum", para formatos populares, e uma coleção "extra", voltada para incluir "todo o resto". Vamos dar uma olhada nesses novos mix-ins:

Mix-in de formatoDescrição
mediaformat-video-commonFormatos de vídeo comuns.
mediaformat-video-extraFormatos de vídeo mais esotéricos.
mediaformat-audio-commonFormatos de áudio comuns.
mediaformat-audio-extraFormatos de áudio mais esotéricos.
mediaformat-gfx-commonFormatos de imagem comuns.
mediaformat-gfx-extraFormatos de imagem mais esotéricos.

Como usar Media Mix-Ins

Nosso mix-in media ainda existe, e ainda é empurrado pelos flavors desktop e workstation automaticamente. Ele agora herda dos seguintes mix-ins:

  • mediadevice-audio-consumer
  • mediadevice-video-consumer
  • mediaformat-audio-common
  • mediaformat-gfx-common
  • mediaformat-video-common

Além disso, há o novo mix-in media-pro que precisa ser ativado manualmente, e que empurra os seguintes mix-ins:

  • mediadevice-audio-pro
  • mediadevice-video-pro

Então normalmente, você ativaria o flavor desktop ou workstation, e se precisar de suporte de hardware profissional, teria de adicionar também o mix-in media-pro. Se você precisasse de suporte a qualquer formato de mídia adicional, poderia habilitar um ou mais dos mix-ins mediaformat-*-extra para adicionar os formatos que precisasse. Claro, é possível ativar apenas mix-ins específicos que você precise, e também complementar esses mix-ins com flags USE que você achar necessárias.

Como os Profiles são Armazenados

O Funtoo Linux salva suas configurações de perfil no arquivo /etc/portage/make.profile/parent. Tipicamente, usuários não precisam alterar este arquivo, ao invés de usar ego e epro para realizar mudanças, mas pode ser muito útil dar uma olhada no que o conteúdo do arquivo se parece. Um servidor simples deve ter uma configuração de perfil como a seguir:

/etc/portage/make.profile/parent
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/arch/x86-64bit
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/build/current
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/flavor/core

Configurações de profile para desktop devem se parecer como isto:

/etc/portage/make.profile/parent
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/arch/x86-64bit
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/build/current
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/flavor/desktop
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/mix-ins/dvd
gentoo:funtoo/1.0/linux-gnu/mix-ins/media

História e Origens

Este novo sistema é de fato um complemento do design de perfil em cascata original co-desenhado por Daniel Robbins e Seemant Kulleen e implementado por Seemant Kulleen como parte do Portage. Os perfis do Funtoo Profiles foram projetados para alavancar o sistema de perfis em cascata existente e prover algo muito mais utilizável e sustentável tanto para usuários quanto para desenvolvedores. Aqui estão alguns de seus benefícios:

  • Menos configurações em /etc/make.conf. CHOST e ARCH não mais ajustados em /etc/make.conf.
  • Separação de interesses -- configurações relacionadas a arch, build, e flavor são organizadas juntas.
  • Flexibilidade para o usuário - qualquer número de mix-ins pode ser habilitado para ajustes em masks configurações USE conforme necessário.
Note

Veja Custom Profiles para informações sobre como expandir o sistema de profile.