Difference between revisions of "Install/Creating Filesystems/pt-br"

From Funtoo
Jump to: navigation, search
(Created page with "Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armaze...")
(Updating to match new version of source page)
(One intermediate revision by one other user not shown)
Line 10: Line 10:
 
Antes que suas partições recém criadas possam ser utilizadas, os dispositivos de bloco criados nos passos anteriores precisam ser inicializados com um sistema de arquivos e seus ''metadados''. Este processo é conhecido como ''formatação de um sistema de arquivos'' nos dispositivos de bloco. Após os sistemas de arquivos serem criados nos dispositivos, eles podem ser montados com o comando {{c|mount}} e utilizados para o armazenamento de arquivos e diretórios.
 
Antes que suas partições recém criadas possam ser utilizadas, os dispositivos de bloco criados nos passos anteriores precisam ser inicializados com um sistema de arquivos e seus ''metadados''. Este processo é conhecido como ''formatação de um sistema de arquivos'' nos dispositivos de bloco. Após os sistemas de arquivos serem criados nos dispositivos, eles podem ser montados com o comando {{c|mount}} e utilizados para o armazenamento de arquivos e diretórios.
  
Vamos manter isso simples! Você está usando partições em MBR? Se sim, criaremos um sistema de arquivos do tipo ext2 em {{f|/dev/sda1}}:
+
Vamos manter isso simples! Você está usando partições em MBR? Se sim, criaremos um sistema de arquivos do tipo '''ext2''' em {{f|/dev/sda1}}:
  
 
{{console|body=###i## mkfs.ext2 /dev/sda1}}
 
{{console|body=###i## mkfs.ext2 /dev/sda1}}
  
 +
<div class="mw-translate-fuzzy">
 
Se você está usando partições GPT para UEFI, crie um sistema de arquivos do tipo '''vfat''' em {{c|/dev/sda1}}, pois é somente esse tipo que UEFI é capaz de ler:
 
Se você está usando partições GPT para UEFI, crie um sistema de arquivos do tipo '''vfat''' em {{c|/dev/sda1}}, pois é somente esse tipo que UEFI é capaz de ler:
 +
</div>
  
 
{{console|body=###i## mkfs.vfat -F 32 /dev/sda1}}
 
{{console|body=###i## mkfs.vfat -F 32 /dev/sda1}}
Line 32: Line 34:
 
Tenha em mente que alguns sistemas de arquivos precisarão de ferramentas de sistema de arquivos adicionais que deverão ser instaladas com o comando {{c|emerge}} antes da reinicialização. '''Se você não fizer essa instalação seu sistema não será capaz de inicializar!''' Por favor, consulte a seguinte tabela para mais informações:
 
Tenha em mente que alguns sistemas de arquivos precisarão de ferramentas de sistema de arquivos adicionais que deverão ser instaladas com o comando {{c|emerge}} antes da reinicialização. '''Se você não fizer essa instalação seu sistema não será capaz de inicializar!''' Por favor, consulte a seguinte tabela para mais informações:
  
 +
<div class="mw-translate-fuzzy">
 
{{TableStart}}
 
{{TableStart}}
 
<tr><th>Sistema de Arquivos</th><th>Recomendado como sistema raiz?</th><th>Requer ferramentas adicionais?</th></tr>
 
<tr><th>Sistema de Arquivos</th><th>Recomendado como sistema raiz?</th><th>Requer ferramentas adicionais?</th></tr>
Line 39: Line 42:
 
<tr><td>btrfs</td><td><span style="font-weight: bold; color: #f88">Não</span> - Somente usuários avançados</td><td>{{c|sys-fs/btrfs-progs}}</td></tr>
 
<tr><td>btrfs</td><td><span style="font-weight: bold; color: #f88">Não</span> - Somente usuários avançados</td><td>{{c|sys-fs/btrfs-progs}}</td></tr>
 
{{TableEnd}}
 
{{TableEnd}}
 +
</div>
  
 
{{Important|'''Não recomendamos que os usuários configurem o ZFS ou o BTRFS como sistema de arquivos raiz.''' Isso é muito mais complexo e geralmente é desnecessário. Em vez disso, escolha '''XFS''' ou '''ext4'''. '' Nós suportamos ZFS ou BTRFS apenas como sistemas de arquivos não-root '' e acredite, isso é muito, muito mais fácil de configurar. Veja [[ZFS]] e [[BTRFS]] após terminar de configurar seu sistema Funtoo Linux para configurar o ZFS ou o BTRFS para armazenamento secundário adicional.}}
 
{{Important|'''Não recomendamos que os usuários configurem o ZFS ou o BTRFS como sistema de arquivos raiz.''' Isso é muito mais complexo e geralmente é desnecessário. Em vez disso, escolha '''XFS''' ou '''ext4'''. '' Nós suportamos ZFS ou BTRFS apenas como sistemas de arquivos não-root '' e acredite, isso é muito, muito mais fácil de configurar. Veja [[ZFS]] e [[BTRFS]] após terminar de configurar seu sistema Funtoo Linux para configurar o ZFS ou o BTRFS para armazenamento secundário adicional.}}
Line 51: Line 55:
  
 
Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armazenar arquivos. Estamos prontos para começar a instalação do Funtoo Linux nesses sistemas de arquivos.
 
Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armazenar arquivos. Estamos prontos para começar a instalação do Funtoo Linux nesses sistemas de arquivos.
 +
 +
==== Additional Filesystems ====
 +
 +
{{Note|This can be very useful for Raspberry Pi systems!}}
 +
 +
You may want to create additional filesystems for various parts of your Funtoo filesystem tree. It is not uncommon to place {{c|/home}} or {{c|/var}} on separate filesystems.
 +
 +
For Raspberry Pi, you may not have a lot of spare room on the card depending on the capacity of your microSD card, and it may make a lot of sense to put the entire {{c|/var}} filesystem on an external hard drive or solid state disk. This will not only ensure you don't run out of disk space, but can also improve performance since writes to the microSD card typically aren't that fast.
 +
 +
To do this, you will want to use {{c|fdisk}} or {{c|gdisk}} to create a partition on your external drive, and then use the {{c|mkfs.xfs}} or {{c|mkfs.ext4}} commands to create a filesystem on the new partition. We will mount this new filesystem in the next step prior to extracting the stage3 tarball.
 +
 +
<noinclude>{{InstallNavigation|num=5|prev=GPT Partitioning|next=Mounting Filesystems|align=right}}</noinclude>

Revision as of 22:08, October 10, 2019

Other languages:
English • ‎español • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎中文(台灣)‎

Guia de Instalação: Criando os Sistemas de Arquivos

Install Guide, Chapter 5 < Prev Next >
   Note

Esta seção aborda tanto a instalação em MBR/BIOS quanto em UEFI/GPT. Não pule os passos seguintes!

Antes que suas partições recém criadas possam ser utilizadas, os dispositivos de bloco criados nos passos anteriores precisam ser inicializados com um sistema de arquivos e seus metadados. Este processo é conhecido como formatação de um sistema de arquivos nos dispositivos de bloco. Após os sistemas de arquivos serem criados nos dispositivos, eles podem ser montados com o comando mount e utilizados para o armazenamento de arquivos e diretórios.

Vamos manter isso simples! Você está usando partições em MBR? Se sim, criaremos um sistema de arquivos do tipo ext2 em /dev/sda1:

root # mkfs.ext2 /dev/sda1

Se você está usando partições GPT para UEFI, crie um sistema de arquivos do tipo vfat em /dev/sda1, pois é somente esse tipo que UEFI é capaz de ler:

root # mkfs.vfat -F 32 /dev/sda1

Agora, criaremos uma partição de troca do tipo swap. Está partição servirá como uma área de troca em disco com a memória RAM quando essa estiver esgotada.

Você não criará um sistema de arquivos em sua partição swap, pois essa área não é utilizada para armazenar arquivos. Mas, é necessário inicializá-la usando o comando mkswap. Em seguida, executaremos o comando swapon para tornar seu espaço de troca recém inicializado ativo no ambiente do live CD. Isso pode ser necessário durante o restante do processo de instalação dependendo da quantidade memória RAM em seu sistema:

root # mkswap /dev/sda2
root # swapon /dev/sda2

Sistema de Arquivos Raiz

Agora, precisamos criar a raiz do sistema de arquivos. É aqui que o Funtoo Linux será instalado. Geralmente, recomendamos criar o sistema de arquivos raiz com o tipo ext4. Opcionalmente, a raiz pode ser do tipo XFS, mas isso é recomendável somente se você sabe o que está fazendo. Tenha em mente que alguns sistemas de arquivos precisarão de ferramentas de sistema de arquivos adicionais que deverão ser instaladas com o comando emerge antes da reinicialização. Se você não fizer essa instalação seu sistema não será capaz de inicializar! Por favor, consulte a seguinte tabela para mais informações:

Sistema de ArquivosRecomendado como sistema raiz?Requer ferramentas adicionais?
ext4Sim, preferencialmenteNenhuma
XFSSim, opcionalmentesys-fs/xfsprogs
zfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/zfs
btrfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/btrfs-progs
   Important

Não recomendamos que os usuários configurem o ZFS ou o BTRFS como sistema de arquivos raiz. Isso é muito mais complexo e geralmente é desnecessário. Em vez disso, escolha XFS ou ext4. Nós suportamos ZFS ou BTRFS apenas como sistemas de arquivos não-root e acredite, isso é muito, muito mais fácil de configurar. Veja ZFS e BTRFS após terminar de configurar seu sistema Funtoo Linux para configurar o ZFS ou o BTRFS para armazenamento secundário adicional.

Se você não tem certeza sobre qual sistema escolher, vá de ext4. Veja como criar um sistema de arquivos raiz com ext4:

root # mkfs.ext4 /dev/sda3

...e aqui está como criar o mesmo sistema raiz usando XFS, se o preferir no lugar do ext4:

root # mkfs.xfs /dev/sda3

Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armazenar arquivos. Estamos prontos para começar a instalação do Funtoo Linux nesses sistemas de arquivos.

Additional Filesystems

   Note

This can be very useful for Raspberry Pi systems!

You may want to create additional filesystems for various parts of your Funtoo filesystem tree. It is not uncommon to place /home or /var on separate filesystems.

For Raspberry Pi, you may not have a lot of spare room on the card depending on the capacity of your microSD card, and it may make a lot of sense to put the entire /var filesystem on an external hard drive or solid state disk. This will not only ensure you don't run out of disk space, but can also improve performance since writes to the microSD card typically aren't that fast.

To do this, you will want to use fdisk or gdisk to create a partition on your external drive, and then use the mkfs.xfs or mkfs.ext4 commands to create a filesystem on the new partition. We will mount this new filesystem in the next step prior to extracting the stage3 tarball.

Install Guide, Chapter 5 < Prev Next >