Install/Creating Filesystems/pt-br

From Funtoo
Jump to: navigation, search
This page is a translated version of the page Install/Creating Filesystems and the translation is 100% complete.

Other languages:
English • ‎español • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎中文(台灣)‎

Guia de Instalação: Criando os Sistemas de Arquivos

Install Guide, Chapter 5 < Prev Next >
   Note

Esta seção aborda tanto a instalação em MBR/BIOS quanto em UEFI/GPT. Não pule os passos seguintes!

Antes que suas novas partições possam ser utilizadas, os dispositivos de bloco criados nos passos anteriores precisam ser inicializados com um sistema de arquivos e seus metadados. Este processo é conhecido como formatação de um sistema de arquivos nos dispositivos de bloco. Após os sistemas de arquivos serem criados nos dispositivos, eles precisam ser montados com o comando mount e utilizados para o armazenamento de arquivos e diretórios.

Vamos manter isso simples! Você está usando partições em MBR? Se sim, criaremos um sistema de arquivos do tipo ext2 em /dev/sda1:

root # mkfs.ext2 /dev/sda1

Se você estiver usando partições GPT para UEFI, ou instalando para Raspberry Pi, convém criar um sistema de arquivos vfat em sua primeira partição. Isso será mmcblk0p1 no caso do Raspberry Pi:

root # mkfs.vfat -F 32 /dev/sda1

Agora, criaremos uma partição de troca do tipo swap. Está partição servirá como uma área de troca em disco com a memória RAM quando essa estiver esgotada.

Você não criará um sistema de arquivos em sua partição do tipo swap, pois essa área não é utilizada para armazenar arquivos ou diretórios. Mas, é necessário inicializá-la em um formato próprio usando o comando mkswap. Em seguida, executaremos o comando swapon para tornar seu novo espaço de troca ativo no ambiente do liveCD. Isso pode ser necessário durante o restante do processo de instalação dependendo da quantidade memória RAM em seu sistema:

root # mkswap /dev/sda2
root # swapon /dev/sda2

Sistema de Arquivos Raiz

Agora, precisamos criar a raiz do sistema de arquivos. É aqui que o Funtoo Linux será instalado. Geralmente, recomendamos criar o sistema de arquivos raiz com o tipo ext4. Opcionalmente, a raiz pode ser do tipo XFS, mas isso é recomendável somente se você sabe o que está fazendo. Tenha em mente que alguns sistemas de arquivos precisarão de ferramentas de sistema de arquivos adicionais que deverão ser instaladas com o comando emerge antes da reinicialização. Se você não fizer essa instalação seu sistema não será capaz de inicializar! Por favor, consulte a seguinte tabela para mais informações:

Sistema de ArquivosRecomendado como sistema raiz?Ferramentas adicionais que são necessárias
ext4SimNenhuma
XFSSimsys-fs/xfsprogs
reiserfsSim -- também é necessário ativar o suporte no kernelsys-fs/reiserfsprogs
zfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/zfs
btrfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/btrfs-progs
   Important

Não recomendamos que os usuários configurem o ZFS ou o BTRFS como sistema de arquivos raiz. Isso é muito mais complexo e geralmente é desnecessário. Em vez disso, escolha XFS ou ext4. Nós suportamos ZFS ou BTRFS apenas como sistemas de arquivos não-root e acredite, isso é muito, muito mais fácil de configurar. Veja ZFS e BTRFS após terminar de configurar seu sistema Funtoo Linux para configurar o ZFS ou o BTRFS para armazenamento secundário adicional.

Se você não tem certeza sobre qual sistema escolher, vá de ext4. Veja como criar um sistema de arquivos raiz com ext4:

root # mkfs.ext4 /dev/sda3

...e aqui está como criar o mesmo sistema raiz usando XFS, se o preferir no lugar do ext4:

root # mkfs.xfs /dev/sda3

Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armazenar arquivos. Estamos prontos para começar a instalação do Funtoo Linux nesses sistemas de arquivos.

Sistemas de Arquivo Adicionais

   Note

Isso pode ser muito útil em sistemas Raspberry Pi !

Você pode precisar criar sistemas de arquivos adicionais para várias partes da árvore do sistema de arquivos do seu Funtoo. Não é incomum colocar /home ou /var em um sistema de arquivos separado da raiz.

Para Raspberry Pi, você pode não ter o espaço no cartão microSD dependendo de sua capacidade, e faz muito sentido ter o sistema de arquivo de /var em um dispositivo de disco externo (disco rígido ou SSD). Isso não apenas garante que não ficará sem espaço em disco, mas também incrementa o desempenho já que leitura e gravação em cartões microSD são tipicamente lentas.

Para fazer isso, você precisará usar fdisk ou gdisk para criar uma partição em um disco externo, e então usar os comandos mkfs.xfs ou mkfs.ext4 para criar esses sistemas de arquivo na nova partição. Montaremos esse novo sistema de arquivos no passo seguinte antes de extrair o tarball do estágio 3 de Funtoo Linux.

Install Guide, Chapter 5 < Prev Next >