Install/Creating Filesystems/pt-br

From Funtoo
< Install
Revision as of 19:12, September 20, 2018 by Kyetoy (talk | contribs) (Created page with "Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armaze...")
Jump to: navigation, search
Other languages:
English • ‎español • ‎português do Brasil • ‎русский • ‎中文(台灣)‎

Guia de Instalação: Criando os Sistemas de Arquivos

Install Guide, Chapter 5 < Prev Next >
   Note

Esta seção aborda tanto a instalação em MBR/BIOS quanto em UEFI/GPT. Não pule os passos seguintes!

Antes que suas partições recém criadas possam ser utilizadas, os dispositivos de bloco criados nos passos anteriores precisam ser inicializados com um sistema de arquivos e seus metadados. Este processo é conhecido como formatação de um sistema de arquivos nos dispositivos de bloco. Após os sistemas de arquivos serem criados nos dispositivos, eles podem ser montados com o comando mount e utilizados para o armazenamento de arquivos e diretórios.

Vamos manter isso simples! Você está usando partições em MBR? Se sim, criaremos um sistema de arquivos do tipo ext2 em /dev/sda1:

root # mkfs.ext2 /dev/sda1

Se você está usando partições GPT para UEFI, crie um sistema de arquivos do tipo vfat em /dev/sda1, pois é somente esse tipo que UEFI é capaz de ler:

root # mkfs.vfat -F 32 /dev/sda1

Agora, criaremos uma partição de troca do tipo swap. Está partição servirá como uma área de troca em disco com a memória RAM quando essa estiver esgotada.

Você não criará um sistema de arquivos em sua partição swap, pois essa área não é utilizada para armazenar arquivos. Mas, é necessário inicializá-la usando o comando mkswap. Em seguida, executaremos o comando swapon para tornar seu espaço de troca recém inicializado ativo no ambiente do live CD. Isso pode ser necessário durante o restante do processo de instalação dependendo da quantidade memória RAM em seu sistema:

root # mkswap /dev/sda2
root # swapon /dev/sda2

Sistema de Arquivos Raiz

Agora, precisamos criar a raiz do sistema de arquivos. É aqui que o Funtoo Linux será instalado. Geralmente, recomendamos criar o sistema de arquivos raiz com o tipo ext4. Opcionalmente, a raiz pode ser do tipo XFS, mas isso é recomendável somente se você sabe o que está fazendo. Tenha em mente que alguns sistemas de arquivos precisarão de ferramentas de sistema de arquivos adicionais que deverão ser instaladas com o comando emerge antes da reinicialização. Se você não fizer essa instalação seu sistema não será capaz de inicializar! Por favor, consulte a seguinte tabela para mais informações:

Sistema de ArquivosRecomendado como sistema raiz?Requer ferramentas adicionais?
ext4Sim, preferencialmenteNenhuma
XFSSim, opcionalmentesys-fs/xfsprogs
zfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/zfs
btrfsNão - Somente usuários avançadossys-fs/btrfs-progs
   Important

Não recomendamos que os usuários configurem o ZFS ou o BTRFS como sistema de arquivos raiz. Isso é muito mais complexo e geralmente é desnecessário. Em vez disso, escolha XFS ou ext4. Nós suportamos ZFS ou BTRFS apenas como sistemas de arquivos não-root e acredite, isso é muito, muito mais fácil de configurar. Veja ZFS e BTRFS após terminar de configurar seu sistema Funtoo Linux para configurar o ZFS ou o BTRFS para armazenamento secundário adicional.

Se você não tem certeza sobre qual sistema escolher, vá de ext4. Veja como criar um sistema de arquivos raiz com ext4:

root # mkfs.ext4 /dev/sda3

...e aqui está como criar o mesmo sistema raiz usando XFS, se o preferir no lugar do ext4:

root # mkfs.xfs /dev/sda3

Seus sistemas de arquivos (e a swap) foram todos inicializados, sendo assim eles podem agora ser montados (anexados à sua hierarquia de pastas existente) e usados para armazenar arquivos. Estamos prontos para começar a instalação do Funtoo Linux nesses sistemas de arquivos.